Jovens bolsistas do Projeto Legado avançam na produção de conteúdos audiovisuais

Na elaboração dos produtos midiáticos, alunos demonstram, cada vez mais, familiarização com equipamentos e desenvolvimento de técnicas

Os alunos do grupo da Oficina Comunicação Comunitária do Projeto Legado de Brumadinho, demonstram cada vez mais intimidade com as câmeras, microfones e gravadores. No encontro do último sábado, 30 de julho, divididos em grupos, eles deram seguimento às propostas da capacitação e avançaram um pouco mais na construção dos projetos de documentário, podcast e revista. As pautas giram em torno de questões próximas à comunidade.

O grupo radiofônico, coordenado pela jornalista e educadora Alessandra Dantas, realizou entrevistas e levantamento de material necessário para a gravação. O mesmo aconteceu com a turma de produção de fanzine, orientada pela designer e educadora Mila Barone. Os alunos, que estão elaborando uma revista, apresentaram os primeiros layouts e cores do material.

Julia está satisfeita com projeto

A jovem Julia Katlin, de 14 anos, em uma das coberturas para elaboração das atividades propostas na Oficina, participou de uma reunião com a AVABRUM (Associação dos Familiares de Vítimas e Atingidos pelo Rompimento da Barragem Mina Córrego do Feijão) e destacou a importância de estar próximo e consumir tudo o que se refere à organização. “Participar do Projeto é algo muito importante para nós, pois a AVABRUM tem uma luta e nós podemos levar isso para a comunidade, com toda história inspiradora por trás”, comenta a estudante.

Julia diz que tem aprendido muito com sua participação nas oficinas e está satisfeita com a evolução. “Nós temos aprendido muita coisa sobre comunicação aqui na oficina, além de eu estar me desenvolvendo também enquanto pessoa. Tenho me conhecido bastante aqui, discutido identidade e a evolução está sendo legal no dia a dia. Estou gostando muito de trabalhar com audiovisual e a experiência tem sido muito boa”.

Reforço na equipe audiovisual

A equipe audiovisual ganhou dois reforços de peso que integrarão o time de educadores: Marcos Cruz e Oger Machado, ambos com vasta experiência em TVs Universitárias. Eles contribuirão com suas técnicas e conhecimentos de anos atuando com o público jovem.

Para Oger, os jovens possuem, hoje, experiências com o audiovisual em seu dia a dia, principalmente com as redes sociais que utilizam diariamente. “Eles conseguem, rapidamente, fazer uma leitura e ‘pegar’ a técnica com maior facilidade. Eles têm muita proximidade com estas formas de comunicação. Na construção de roteiro, entrevista, eles conseguem desenvolver com mais habilidade. Eles nasceram nesta era”, comenta.

Os profissionais vão trabalhar, em conjunto, com os alunos na construção de um documentário sobre Brumadinho, tendo como pauta principal a cultura local e os moradores. Tal trabalho com a comunidade trará mais proximidade e sentimento de pertencimento, visando um legado mais comunicativo e estreito entre o Projeto Legado de Brumadinho e a população.

Compartilhar:

Pesquisas